10 de Setembro – Dia Mundial de Prevenção do Suicídio

Prevenção ao Suicídio

“Setembro Amarelo” é uma campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio.  A data foi definida em 2015 com a parceria do Centro de Valorização da Vida (CVV), Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP).

A pandemia de COVID 19 trouxe diversos impactos para nossas vidas e no contexto de saúde mental, não foi diferente, pois são perceptíveis reações de estresse agudo por conta das adaptações à nova rotina, até agravos mais profundos de sofrimento psíquico, principalmente pelo medo da doença.

O suicídio é um fenômeno multifatorial e é possível o aumento no número de casos em situação de pandemia. Fatores como medo, isolamento, solidão, desesperança, acesso reduzido ao convívio social, dificuldade de acesso ao tratamento em saúde mental, problemas de saúde e ocorrência de suicídios (em indivíduos conhecidos ou não), podem ser fatores de risco para o suicídio.

No Brasil, a maior prevalência de casos notificados de lesão autoprovocada, assim como de tentativas de suicídio, se encontram na faixa etária entre os 20 e 49 anos.

Entre idosos a taxa média nacional é 5,5 por 100 mil e durante a pandemia da COVID-19, a necessidade de adoção de estratégias de isolamento e distanciamento social podem ser emocionalmente desafiadoras para esta população.

O suicídio também pode ocorrer em crianças, embora sejam raros e pouco identificados nesta fase da vida, principalmente pela dificuldade em reconhecer que crianças podem ter a intenção de se matar e de diferenciá-las dos acidentes.

Na adolescência é um dos mais sérios problemas de saúde pública no mundo, liderando as principais causas de morte nesta fase da vida.

O Centro de Valorização da Vida (CVV) realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar.

Uma das mensagens mais importantes do CVV é “Mesmo que você não tenha certeza de que precisa de nossa ajuda, não tenha receios em entrar em contato com a gente”, pois nem sempre conseguimos definir o que estamos sentindo em determinados momentos de nossas vidas.
  ⠀⠀⠀⠀        
É importante que as pessoas que estejam passando por momentos difíceis busquem ajuda, o acompanhamento psicológico, além do apoio da família e de amigos são essenciais neste momento, é preciso entender que falar é fundamental.

O estímulo a ações sociais como caminhadas, passeios ciclísticos, uso de roupas amarelas e uso do laço amarelo são alertas que  contribuem para a conscientização sobre esta data importante.
⠀⠀⠀        
Valorize a vida e a escuta. Procure ajuda!

https://www.setembroamarelo.com/
https://www.cvv.org.br/blog/setembro-amarelo-mes-de-prevencao-do-suicidio/
https://www.facebook.com/setembroamarelo
https://www.fiocruzbrasilia.fiocruz.br/wp-content/uploads/2020/05/cartilha_prevencaosuicidio.pdf

Adriane Aparecida Costa Faresin

Adriane A. Costa Faresin
Enfermeira Estomaterapeuta TiSOBEST
Diretora de Comunicação e Marketing SOBEST