Guia de Atenção à Pessoa com Estomia

Guia de Atenção à Saúde da Pessoa com Estomia

Uma cirurgia geradora de estomia, pode causar na pessoa possíveis turbulências de pensamentos e emoções relacionadas ao tratamento e reabilitação, além das expectativas quanto à adaptação ao novo estilo de vida.  Para lidar com essas questões a pessoa necessita de cuidados especificamente direcionado. 

 A assistência deve ocorrer de forma integral, considerando aspectos biopsicossociais, fisiopatológicos, nutricionais, psicológicos, sociais e espirituais, tais aspectos, devem ser avaliados e considerados no contexto familiar, cultural, religioso, comunitário, social, econômico, de escolaridade entre outros.

Quanto ao número de pessoas com estomias no mundo, a International Ostomy Association (IOA), faz projeção de uma pessoa com estomia para cada mil habitantes em países com um bom nível de assistência médica, podendo ser bem inferior nos países menos desenvolvidos. No Brasil estima-se mais de 207 mil pessoas com estomias, considerando apenas as estomias de eliminação, conforme dados divulgados em 2018. Os cuidados direcionados à pessoa com estomia, exige orientações específicas e tratamento precoce para evitar complicações e melhorar a qualidade de vida.

Com objetivo de subsidiar os profissionais com informações para o cuidado da pessoa com estomia, de forma a permitir que tenham condições de exercer suas funções na sociedade, considerando o processo de habilitação/ reabilitação nas Redes de Atenção (RAS), no mês de outubro de 2021, foi lançado pelo ministério da saúde através da secretaria especializada em saúde o Guia de Atenção à Saúde da Pessoa com Estomia.

Apresentando informações que esclarece a importância em incentivar o envolvimento da  rede de apoio familiar no contexto de cuidados  para recuperação e reabilitação da pessoa com estomia, assim como, das organizações da RAS local e regional entendidas como estratégia para uma assistência integral, qualificada e resolutiva com vistas ao desenvolvimento do autocuidado, das orientações específicas e do tratamento precoce para evitar complicações e melhorar a qualidade de vida na lógica do Sistema Único de Saúde (SUS).

A Profa. Neria Invernizzi da Silveira – Membro emérito da SOBEST® participou da elaboração do GUIA DE ATENÇÃO À PESSOA COM ESTOMIA e o Prof. Dr Juliano Teixeira Moraes – UFSJ/Diretor do Departamento de Educação, Comissão de Ética e Comitê de Educação do WCET/SOBEST® participou da organização, elaboração e revisão.

O guia de Guia de Atenção à Saúde da Pessoa com Estomia na íntegra, está disponível no link: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/guia_atencao_saude_pessoa_estomia.pdf

Eliane Serafim Sponton

Eliane Serafim Sponton
Enfermeira Estomaterapeuta – TiSOBEST
Assessora do Departamento de Comunicação de
Marketing da SOBEST Gestão 2021-2023
Enfermeira de Acesso da empresa Convatec – desde 2020
Sócia proprietária da Empresa Derme Soluções e
Consultoria em Estomaterapia.

pt_BRPortuguese