Dia Mundial de Prevenção de Lesão por Pressão

Dia Mundial de Prevenção de Lesão por Pressão

Anualmente, na terceira quinta-feira do mês, é comemorado o Dia Mundial de Prevenção de Lesão por Pressão. Por isso, a data muda todo ano. O objetivo é divulgar a necessidade principal em se PREVENIR a lesão por pressão, visto que são evitáveis e acarretam sofrimento, alteração na qualidade de vida de pessoas e seus familiares, além de prejuízo à saúde e elevação dos custos devido ao tratamento.

Lesão por pressão é uma categoria de lesão que acontece na pele, em regiões de proeminências ósseas ou devido ao uso de algum dispositivo, em pessoas que tem algum grau de limitação de movimentação na cama, na cadeira ou outra superfície, e por ficarem muito tempo na mesma posição com pressão aumenta ou elevada em determinada região onde acaba se desenvolvendo a lesão por pressão.

A lesão por pressão já foi chamada de escara, úlcera de decúbito e úlcera de pressão, depois úlcera por pressão. O nome atual é lesão por pressão, pois nem todas tem a aparência de uma ferida (úlcera).

Segundo a National Pressure Injury Advisory Panel (NPIAP), European Pressure Ulcer Advisory Panel (EPUAP) e a Pan Pacific Pressure Injury Alliance (PPPIA), lesão por pressão é definida como um dano localizado na pele e/ou tecidos moles subjacentes (pele intacta ou ferida aberta, dolorosa) como resultado da pressão ou da pressão em combinação com a fricção, usualmente sobre uma proeminência óssea ou relacionadas a um dispositivo médico ou outro objeto (guideline 2019).

A NPIAP, EPUAP e PPPIA tem papel fundamental no que diz respeito à elaboração de materiais, baseados em evidência, tanto para a prevenção, tratamento e todos os assuntos pertinentes à lesão por pressão. Através de seus sites divulgam informações, materiais educativos (guias, guidelines) e também aplicativo. E os países que elas representam, seguem essas orientações nos cuidados às pessoas, bem como sendo base para pesquisas.

As lesões por pressão ocorrem por uma soma de fatores, mas a principal forma de PREVENIR que elas aconteçam ainda é o MUDAR DE POSIÇÃO, e é o que chamamos de reposicionamento (mudar o corpo de posição ou aliviar pontos de pressão). As pessoas com limitação de movimentação precisam do auxílio de outra pessoa para poder reposicionar o corpo, cuja frequência deve ser adequada às condições de saúde de cada uma, mas ainda existe a preconização de se realizar a cada 2 horas, porém com foco na necessidade individual que pode requerer reposicionamentos em tempo menor que este.

Pensando nisso, em 2014 a Associação Brasileira de Estomaterapia – SOBEST, criou, durante uma reunião da diretoria, a campanha “Mude de lado e evite a pressão” para divulgar a necessidade de falarmos sobre a prevenção da lesão por pressão. O nome da campanha transmite duas importantes orientações: “mude de lado” significando reposicionar o paciente (padrão ouro na prevenção) e também para que o profissional, o cuidador e o próprio paciente mudem de lado no sentido de realizarem as medidas preventivas; da mesma forma, a imagem que ilustra a campanha traz uma ideia de movimento tanto por ser uma espiral, bem como pelo degrade das cores laranja e azul que remetem à ideia do movimento e isso relembra, novamente, o movimento de REPOSICIONAR o paciente para a prevenção da lesão por pressão.

Convidamos a todas e todos para se engajarem na campanha de prevenção de lesão por pressão “Mude de lado e evite a pressão” e que juntos digamos “não à lesão por pressão” e atuemos de forma conjunta em mudar de lado e evitar a pressão!

Ednalda Maria Franck

Ednalda Maria Franck
Enfermeira Estomaterapeuta TiSOBEST