Congresso - XII Congresso Brasileiro de Estomaterapia


Tenha o CBE na palma da mão:
 

 

MENSAGEM DA PRESIDENTE

O  XII CONGRESSO BRASILEIRO DE ESTOMATERAPIA que será realizado na capital do estado de Minas Gerais esta sendo preparado com muito entusiasmo e alegria, afinal em 2017 comemoramos o 25º aniversário da Associação Brasileira de Estomaterapia: Estomias, Feridas e Incontinências. Data muito significativa já que  apenas após dois anos de especialidade no Brasil, os poucos estomaterapeutas formados já se mobilizaram e organizaram a nossa queria SOBEST. Entidade  de caráter científico cultural que tem cumprido com seu papel de difundir a especialidade no país, de forma ética e com alta credibilidade científica de modo a colocar em destaque seus associados e elevar o conceito da enfermagem nos diferentes contextos sociais.

Neste evento pretendemos contar com renomados palestrantes nacionais e internacionais e continuar inovando, pois além dos temas técnicos tradicionais do nosso congresso, uma sala será totalmente dedicada a assuntos relacionados ao desenvolvimento profissional e pessoal dos congressistas e outra para apresentação dos trabalhos científicos, de forma que o maior número de profissionais possam mostrar o resultado de suas pesquisas e prática na sala de temas livres, que serão debatidos por especialistas convidados, contribuindo assim para valorizar a experiência dos autor(es) e possibilitar a troca de saberes.

O símbolo do nosso evento é um brasão, que nos resgata a tradição, a história da especialidade e de minas gerais, já que sabe-se que brasões  eram fornecidos ao acaso para as pessoas. Tiveram as suas origens em atos de coragem e bravura revelados por grandes cavaleiros. Era a maneira homenageá-los e também às suas famílias, assim poucos recebiam tal ícone e  poderiam transmitir a seus descendentes. E é isso que pretendemos neste grande evento compartilhar o brasão dos 25 anos da SOBEST com todos aqueles que amam a estomaterapia e a praticam na sua vida profissional, levando assistência qualificada a todos que dela necessitam, já que essa é a grande missão.

Não poderíamos deixar de celebrar e assim teremos novidades nos festejos dessa data.

Organizem suas agendas e reservem de 12 a 15/11 para estarmos juntos em Belo Horizonte,MG.

Porque juntos somos sempre melhores!!!

Até lá!


Profa Dra M Angela Boccara de Paula
Presidente do XII CBE



Dra. Gisele Azevedo
Presidente da Comissão Científica

 

Até 05/06/17: submissão dos trabalhos
21 a 23/06/17: distribuição dos trabalhos para os avaliadores
26/06 a 23/07/17: prazo para avaliadores analisarem os trabalhos 
23 a 31/07/17: definição do aceite e categoria dos trabalhos
01/08/17: comunicação aos autores sobre aceite (modalidade) ou recusa dos trabalhos

COMISSÃO EXECUTIVA:

Presidente:
Maria Ângela Boccara de Paula

Integrantes:
Mauro Souza Ribeiro
Tesoureira: Ana Beatriz Morita
Secretária: Ednalda Frank
Responsável pela Titulação: Rita Domansky

 

COMISSÃO CIENTÍFICA:

Presidente:
Gisele Regina Azevedo

Integrantes:
Adriana Pelegrini
Ana Lucia da Silva
Ana Patrícia de Cerqueira Greco
Ana Rotilia Erzinger
Camila Cantarino Nascentes
Ciliana Antero da Silva Oliveira
Cristiane Rabelo Lisboa
Diba Maria Souza
Eline Lima Borges
Elisabete Capalbo Ferolla
Fernanda Matheus Queiroz Schimidt
Gisela Maria Assis
Isabel Cristina Ramos V Santos
Juliano Teixeira Moraes
Karin Emilia Rogenski
Leila Blanes
Maria Helena Baena de Moraes Lopes
Maria Helena Larcher Caliri
Margareth Linhares
Noemi Brunet Rogenski
Norma Valéria Dantas de Oliveira Souza
Rita de Cássia Domansky
Roseanne Rocha Montargil
Sílvia Angélica Jorge
Sônia Regina Pérez Evangelista Dantas
Vera Lucia Conceição de Gouveia Santos
Vilma Madalosso Petuco
Viviane Carvalho
Wana Yeda Paranhos

* PROGRAMAÇÃO PRELIMINAR, SUJEITA À ALTERAÇÃO

CLIQUE PARA ABRIR

 

Normas para inscrição de trabalhos – XII CBE

Os resumos deverão ser inscritos por via eletrônica, no site do evento, até o dia 05/06/2017, às 23:59h.

Critérios para envio de Resumos:

  • Conter de 250 a, no máximo, 450 palavras;
  • Conter Título, Introdução, Objetivo(s), Material e Método, Resultados e Conclusões. Deverão incluir ainda, de 3 a 5 referências/bibliografia (estilo Vancouver, exclusivamente); 
  • Mencionar no resumo a autorização de Comitê de Ética da Instituição onde o estudo foi desenvolvido e/ou de instituição reconhecida, incluindo o número do processo; ou autorização da instituição, caso não disponha de comitê de ética específico.
  • Obs.: Para todas as modalidades, no caso de envolverem seres humanos, os estudos deverão ter sido submetidos e autorizados por um CEP (registrado no CONEP), segundo a legislação nacional. É obrigatório anexar o arquivo escaneado da autorização do CEP, no ato da submissão do manuscrito (critério de desclassificação).
  • Serão aceitos resumos de estudos do tipo:
    • - Pesquisa (experimental ou observacional, quali ou quantitativa)
      - Revisão sistemática com metanálise
      - Revisão sistemática sem metanálise
      - Revisão não sistemática (integrativa, entre outras)
      - Série de casos/Artigo de atualização
      - Relato/Estudo de caso ou experiência
  • A Comissão pede a gentileza de que os responsáveis submetam os seus manuscritos apenas uma vez, e aguardem a chegada da confirmação no email cadastrado (checar lixeira e caixa de spam), para evitarem dupla submissão, o que poderá acarretar a desclassificação de ambos os manuscritos.

Áreas de submissão:

  • Estomias
  • Feridas
  • Incontinências
  • Desenvolvimento Profissional

Orientações gerais:

1. Categorias de trabalhos:

A) Oral - será apresentado para uma banca avaliadora, com tempo de 15 minutos, e tempo de 03 (três) minutos para debate com a platéia. Sugere-se a utilização de, no máximo, 10 (dez) slides, em template que será disponibilizado pela Comissão Cientifica do evento.

B) Oral breve - será apresentado para uma banca avaliadora, com tempo de 05 minutos, e tempo de 02 (três) minutos para debate com a platéia. Sugere-se a utilização de, no máximo, 07 (sete) slides, em template que será disponibilizado pela Comissão Cientifica do evento.

C) Pôster eletrônico ou e-poster, que será apresentado em telas específicas nas áreas do evento, a ser elaborado segundo template oferecido pela Comissão Cientifica do evento.

D) Prêmio “Nei Semedo”:

Deverá ser feita inscrição do trabalho especialmente para esta modalidade, não podendo ser apresentado para outra, simultaneamente. Dos inscritos, serão selecionados 15 (quinze) trabalhos a serem apresentados para banca examinadora, durante o evento. A apresentação deverá ser feita para uma banca avaliadora, com tempo de 15 minutos, e tempo de 03 (três) minutos para debate com a platéia. Sugere-se a utilização de, no máximo, 10 (dez) slides, em template que será disponibilizado pela Comissão Cientifica do evento.

O melhor trabalho de cada categoria será premiado na solenidade de encerramento do Congresso.

2. Não há número limitado de autores, porém é limitada a participação da mesma pessoa como Relator em apenas 02 (dois) trabalhos na modalidade oral breve e/ou pôster eletrônico, e apenas 01 (um) trabalho, na modalidade Prêmio “Nei Semedo”. Também é vedada a participação de membros da comissão científica avaliadora dos trabalhos para o Premio “Nei Semedo”, nesta modalidade.

3. Todos os resumos recebidos serão avaliados por uma Comissão Científica composta de membros indicados pela Coordenação Científica do evento.

4. A relação dos resumos aprovados, a serem apresentados oralmente ou e-poster, estará disponível no site do evento, no dia.

5. As orientações para formatar o arquivo de apresentação na categoria e-poster serão informadas posteriormente.

6. O autor relator do trabalho deverá estar inscrito (e com pagamento efetuado) no Congresso, devendo efetivar o pagamento da sua inscrição até cinco dias após a divulgação do resultado.

Submeta seu trabalho

.

CATEGORIAS

De 30 de março até  15 de maio

De 16 de maio até 15 de agosto

De 16 de agosto até 5 de novembro

No local

Sócio

R$ 490,00

R$ 570,00

R$ 750,00

R$ 795,00

Não Sócio

R$ 650,00

R$ 790,00

R$ 990,00

R$ 1.100,00

Estudante** sócio

R$ 300,00

R$ 390,00

R$ 440,00

R$ 530,00

Estudante** não sócio

R$ 350,00

R$ 440,00

R$ 480,00

R$ 570,00

Estudante* de pós-graduação

R$ 360,00

R$ 450,00

R$ 510,00

R$ 600,00

Estudante graduação sócio entidade apoiadora***

R$ 320,00

R$ 410,00

R$ 460,00

R$ 550,00

Profissional sócio entidade apoiadora***

R$ 590,00

R$ 710,00

R$ 890,00

R$ 990,00

* Estudantes de pós graduação em Estomaterapia (válido somente para alunos de cursos credenciados ou em fase de credenciamento pela SOBEST)
** Estudantes de graduação (comprovar matrícula ativa em curso de graduação)
*** Será exigida comprovação de sócio ativo. Consulte sua entidade para saber se ela já é apoiadora do evento.

 

PACOTES DE INSCRIÇÕES*

Mínimo 10 inscrições: 10% de desconto* no valor da categoria

Mínimo 20 inscrições: 25% de desconto* no valor da categoria

*Somente para pagamentos com boleto

 

Política de cancelamento, transferência e reembolso de inscrições

Nos casos de desistência, o inscrito deverá formalizar seu pedido através do e-mail sobest@tribecaeventos.com.br, observando os seguintes critérios:

Até 30/04/2017 – será devolvido valor integral (descontadas taxas bancárias)
Até 31/07/2017 – será devolvido 80% do valor pago
Até 15/09/2017 – será devolvido 50% do valor pago
A partir de 16/09/2017 – NÃO haverá devolução do valor pago
O reembolso se dará em até 30 dias após o término do evento.
Transferência de inscrição: só será permitida entre congressistas da mesma categoria até o dia 30 de outubro de 2017.


Faça sua Inscrição

Palestrante

Em breve


Hotel Ouro Minas - Avenida Cristiano Machado, 4001 - Ipiranga, Belo Horizonte - MG, 31160-342

 

Versão PDF da Tabela


XII Congresso Brasileiro de Estomaterapia
12 a 15 de novembro de 2017
Belo Horizonte / MG

* Pacote abaixo inclui:  
* 04 diárias de hotel (11 a 15 de novembro) com café da manhã e demais taxas.
* Valores por pessoa.
* Valores em reais.

 

Hotel  Distância até o evento  Single (R$)   Noite Extra (R$)   Duplo (R$)   Noite Extra (R$)  Triplo (R$)   Noite Extra (R$) 
Ouro Minas Palace Hotel - standard - www.ourominas.com.br sede do evento 1.472,00 368,00 736,00 184,00 616,00 154,00
Ouro Minas Palace Hotel - luxo - www.ourominas.com.br sede do evento 1.804,00 451,00 904,00 226,00 728,00 182,00

 

Observações:

*Os valores acima estão sujeitos à alteração sem aviso prévio.
* Será aceito somente reservas com o mínimo de 04 diárias (11 a 15 de novembro).

 

Formas de Pagamento: 

* À vista: via depósito bancário ou cartão de crédito Visa e Mastercard.
* Parcelamento: em até 07 vezes sem juros nos cartões Visa ou Mastercard, mediante preenchimento de ficha de autorização de débito assinada, que será enviada pela Tribeca .
*Parcelamento em até 03 vezes via boleto bancário. Considerar o acréscimo do custo da tarifa bancária de R$4,50 por boleto emitido.

 

Instruções para efetuar a reserva:

1. Preenchimento da ficha de reserva com os dados solicitados.
2. Envio da ficha preenchida via email (reservas@tribecaturismo.com.br) ou fax (51)3076 7002, juntamente com um dos comprovantes abaixo, de acordo com a forma de pagamento escolhida.
Para pagamento à vista: Comprovante de depósito do valor total.
Para pagamento com cartão de crédito: ficha de autorização de débito preenchida (solicite a ficha para a Tribeca, que lhe enviaremos o modelo por email).

Assim que a Tribeca Turismo receber sua ficha de reserva de hotel, juntamente com um dos comprovantes solicitados acima, será emitido um voucher que é a confirmação de sua reserva e será enviado via e-mail.
*É de fundamental importância que o comprovante de pagamento seja enviado juntamente com a ficha de reserva de hotel.
O envio da ficha de reserva preenchida sem o devido comprovante de pagamento não caracteriza confirmação de reserva.

 

Cancelamento ou reembolso:

Cancelamento solicitado até  30 dias antes do evento será devolvido o valor integral pago.
Após este período não haverá reembolso

 

Porto Alegre: Av. Carlos Gomes, 1859 / Conjunto: 408
Telefone/fax: 51 3076 7002

E-mail: reservas@tribecaturismo.com.br 
Site: www.tribecaeventos.com.br

.

Principais Pontos Turísticos de Belo Horizonte

Praça da Liberdade

Conjunto arquitetônico formado pela Praça da Liberdade e as atrações do seu entrono, reunindo oito prédios antigos que foram transformados em ateliês, bibliotecas, museus, espaços de cursos e oficinas. Na praça jardins inspirados em Versailles, prédios neoclássicos e pós moderno nos remetem a uma viagem no tempo.

Memorial Minas Gerais Vale

Ocupando uma edificação histórica de 1897, o Memorial Minas Gerais Vale tem como finalidade modernização turística e cultural do estado e cada vez mais se consolida como um espaço de lazer, cultura, conhecimento e turismo de Belo Horizonte.

Palácio Das Artes

O Palácio das Artes é um complexo cultural que difunde a arte e a cultura proporcionando uma multiplicidade de experiências para o público que visita o local.

Centro Cultural Banco do Brasil Belo Horizonte

Com ampla e dinâmica programação cultural, o Centro Cultural Banco do Brasil de Belo Horizonte recebe criações em artes visuais, cênicas e shows musicais. O espaço também conta com uma sala multimeios voltada ao audiovisual e ações educativas permanentes.

 

Mirante Mangabeiras

O Mirante das Mangabeiras proporciona ao visitante uma visão panorâmica privilegiada da capital mineira. O movimento é intenso na região, justamente pelo fato do local ser considerado um dos pontos turísticos de Belo Horizonte. Além de apreciar um belo pôr-do-sol, é possível avistar a Lagoa da Pampulha e o Parque das Mangabeiras.

Mineirão – Estádio Governador Magalhães Pinto

Os apaixonados por futebol não podem deixar de visitar o Mineirão, o estádio oferece visitas guiadas todos os dias que não tem jogos. Durante o passeios os visitantes conhecem as arquibancadas e áreas de uso exclusivo, como vestiários e gramado

MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal

Abriga importante acervo sobre mineração e metalurgia, documentando duas das principais atividades econômicas de Minas. O Museu utiliza, de forma lúdica e criativa, da tecnologia de ponta para mostrar o universo das rochas, os processos de transformação dos minérios e a importância deles para a vida humana e o desenvolvimento social, econômico e cultural.

Igreja São Francisco De Assis

Conhecida como Igrejinha da Pampulha, foi inaugurada em 1943 por Oscar Niemeyer, seu interior abriga a Via Sacra, com 14 painéis de Portinari. Os jardins são assinados por Burle Marx.

Parque das Mangabeiras

Localizado ao pé da Serra do Curral, patrimônio cultural de Belo Horizonte, o Parque das Mangabeiras, projetado pelo paisagista Roberto Burle Marx. Os visitantes podem usufruir de recantos naturais, quadras de peteca, tênis e poliesportivas, pista de skate, brinquedos e atividades culturais.

Feira Hippie e o Parque Municipal

Todo domingo a Av. Afonso Pena, uma das mais movimentadas da cidade, tem uma parte fechada para receber a famosa Feira Hippie, que na verdade de hippie não tem mais nada e por isso se chama “Feira de Artes, Artesanatos e Produtores de Variedades”. A Feira Hippie começou na Praça da Liberdade, com poucos artistas que se reuniam pra vender seus artesanatos. Com o tempo, a procura foi aumentando, mais artistas queriam vender seus produtos e a praça não comportava mais o movimento intenso. Em 1991 a feira foi transferida para a Av. Afonso Pena, onde acontece até hoje com mais de 2.500 expositores. Os feirantes chegam de madrugada para montar as barracas e a partir das 06h já é possível encontrar turistas no local. Para poder andar por toda a feira, aconselhamos que se vá cedo, quando o sol não está tão forte e a feira está mais vazia. A partir das 09h o lugar já fica bem cheio e é importante ficar de olho nas bolsas no meio da multidão, pois acontecem muitos casos de “sumiços” de carteiras e celulares. Na imensidão de barraquinhas é possível encontrar roupas, roupas de bebê, sapatos, bolsas, bijuterias, móveis para casa, comida, quadros e objetos de arte, artesanato, brinquedos, tapeçaria e até mesmo apresentações artísticas como capoeira e forró.

Ao longo da feira, fica o Parque Municipal Américo Renné Giannetti, que fica no meio da cidade com mais de 50 espécies de árvores diferentes. Se você viaja com crianças, esse é um ótimo lugar para passear com elas, pois o lugar abriga, além da natureza, um parque de diversões pra criançada e um teatro. Fica aberto de terça à domingo de 06h às 18h.

Praça do Papa, o mirante e a Rua do Amendoim

Saindo um pouco do centro, vale visitar a região do bairro Mangabeiras em Belo Horizonte, onde fica a Praça Israel Pinheiro, que todo mundo chama de Praça do Papa. O lugar ganhou esse nome depois que o Papa João Paulo II veio a Beagá e celebrou uma missa de lá, em 1980. Depois desse dia, foi erguida uma enorme cruz na praça e ela perdeu seu nome original. Mas o mais legal desse lugar é a vista que se tem da cidade. Dá pra ver a cidade toda, pois esse bairro é bem alto, fica no pé da serra. Por ser um bairro nobre, você vai observar também muitos casarões, mansões, coisa fina.

Depois da praça vale seguir até o Mirante do Mangabeiras, de onde se tem uma visão ainda mais legal de toda a cidade, podendo enxergar até a Pampulha, que fica do outro lado de BH. O mirante fica na Rua Pedro José Pardo, número 1.000, mas é bem fácil de achar pois é bem sinalizado. Funciona todos os dias de 10h às 22h e não se pode entrar lá de carro, é permitido apenas para idosos e portadores de necessidades especiais.

Voltando do mirante, dê uma paradinha na Rua do Amendoim (Rua Professor Otávio Coelho Magalhães, número 910) que tem uma curiosidade muito legal. Ao desligar o motor do carro no início da rua, que é uma subidinha, o carro continua subindo, misteriosamente. Vale a pena conferir!

Complexo arquitetônico da Pampulha

O complexo arquitetônico da Pampulha merece um dia só pra ele. Afinal, é muita coisa pra ver e fica bem afastado do centro da cidade. A Lagoa em si já é um atrativo. A gente adora andar de bicicleta por lá, nos finais de semana. É possível alugar bikes por lá também, viu? Além das bikes, tem muita gente se exercitando em volta da lagoa. Vale uma caminhada.

Paradas importantes ao redor da Lagoa da Pampulha: A Igrejinha São Francisco de Assis, que é o cartão postal de BH, o MAP – Museu de Arte da Pampulha, a Casa do Baile, centro cultural e o Iate Clube. Todos esses foram projetados pelo arquiteto Oscar Niemayer, transformando o complexo arquitetônico.

 

Dicas de Restaurantes:

Xapuri

Endereço:
R. Mandacaru, 260
Tel: (31) 3496-6198

A ambientação do restaurante faz referência às casas do interior, com fogão a lenha e grandes mesas de madeira onde os clientes se deliciam com a típica comida mineira. Vale deixar espaço para sobremesa, disposta em um bufê com mais de 30 variedades de doces caseiros. Para quem está com crianças, a diversão é garantida - o espaço conta com escola de equitação e minifazenda com animais de pequeno porte. Nos finais de semana, o movimento é grande e as filas de espera são comuns.

A FAVORITA

Endereço:
R. Santa Catarina, 1.235
Tel: (31) 3275-2352

A fama da casa é garantida por dois motivos: o cardápio variado e o ambiente sofisticado, onde até a varanda é climatizada. Nos dias de semana, a happy hour é bastante concorrida.

AMIGO DO REI

Endereço:
R. Quintiliano Silva, 118
Tel: (31) 3296-3881

Um dos poucos restaurantes do país especializados na cozinha iraniana, o Amigo do Rei funciona em uma casa familiar com apenas 23 lugares - o que torna a reserva bastante recomendável. O cardápio traz receitas caseiras, leves e temperadas com ingredientes típicos do Irã.

PROVINCIA DI SALERNO

Endereço:
R. Maranhão, 18
Tel: (31) 3241-2205

A casa tem ambientação típica das trattorias italianas, com salões bem decorados e iluminação aconchegante. Da cozinha do chef Remo Peluso saem delícias inspiradas na região de Cileno, como a melanzana ripiena (berinjela recheada). Para acompanhar, ampla carta de vinhos.

DONA LUCINHA

Endereço:
R. Padre Odorico, 38
Tel:
(31) 3227-0562

Um dos mais antigos e renomados restaurantes da capital traz receitas clássicas da cozinha mineira. O sistema da casa é bufê e oferece cerca de 40 pratos (além de dez sobremesas) selecionados pela própria dona Lucinha, que antes de se tornar empresária trabalhou como salgadeira, quitandeira, doceira e feirante no Serro, onde nasceu. 

 

Dicas de Roteiros em Cidades próximas a Belo Horizonte

Gruta da Lapinha em Lagoa Santa

Apenas 15 quilômetros separam o Aeroporto de Confins de Lagoa Santa. A cidadezinha tem atrações que ficam no caminho para a Serra do Cipó, como a Gruta da Lapinha: em um passeio de 40 minutos, o guia explica os diversos tipos de formações calcárias, a exemplo das vistosas estalactites, estalagmites e colunas. São 15 galerias e 511 metros de extensão, sob uma temperatura ambiente de 20ºC. Acesso pelo km 44 da MG-010 para Serra do Cipó, 31/3661-8671

Instituto Inhotim em Brumadinho

O rústico vilarejo de Brumadinho, a 63 quilômetros de Belo Horizonte, recebe mais de 100 mil visitantes por ano. O motivo é o Instituto Inhotim e a maior coleção de arte contemporânea do país. Por aqui, o acervo artístico e o natural se complementam: as obras estão espalhadas pelos 97 hectares de jardim botânico do museu. O passeio é perfeito para fins de semana, já que o horário de funcionamento é estendido. Rua B, 20, www.inhotim.org.br

Parque Nacional da Serra do Cipó

Várias pousadinhas simples e bem charmosas se espalham às margens da MG-010. A região da Serra do Cipó abriga um Parque Nacional repleto de cachoeiras e trilhas, importante santuário da flora brasileira. A melhor época para conhecer as belezas naturais do parque é de abril a novembro, período de seca que facilita o cruzamento de rios. Acesso pelo km 95 da MG-010 (ao lado da ponte sobre o Rio Cipó), mais 3 km em estrada de terra até o centro de visitantes, onde os carros ficam estacionados.

Igreja de Nossa Senhora do Ó em Sabará

Próxima à capital mineira, Sabará mantém boa parte de suas construções históricas preservadas. Um exemplo é a Igreja de Nossa Senhora do Ó. As linhas rudes da arquitetura externa remetem a uma singela de torre única frontal. Por dentro, porém, a riqueza de elementos da primeira fase do barroco confere o status de joia rara à construção. Há apenas um altar, com arcos concêntricos e colunas torcidas - repare nas bases: elas apresentam cabeças de dragão no lugar dos tradicionais anjinhos. Largo Nossa Senhora do Ó, saída para Caeté, 31/3671-1724

Caeté

Caeté faz parte do Circuito do Ouro e da Estrada Real. Tem tradição religiosa, fica aos pés da Serra da Piedade - que os romeiros costumam subir a pé em agosto e setembro. O contraponto ao lado cristão fica por conta do Museu da Cachaça, que guarda uma das maiores coleções da bebida no Brasil.

Ouro Preto

Os livros são incapazes de explicar parte da história do Brasil-Colônia com o mesmo realismo das ladeiras, dos museus e das fachadas de Ouro Preto, a 107 quilômetros de Belo Horizonte. Dá para imaginar nitidamente como o ouro era pesado e fundido durante uma visita à Casa dos Contos; se arrepiar ao se deparar com as traves de madeira que compunham a forca de Tiradentes no Museu da Inconfidência. Aqui também é imprescindível visitar igrejas, cada uma tem uma particularidade. A Igreja de São Francisco de Assis reúne, ao mesmo tempo, obras de Aleijadinho (o projeto arquitetônico, o lavabo da sacristia esculpido em pedra-sabão e o desenho do medalhão da fachada) e de Mestre Athayde (o forro, os painéis e os quadros laterais).

Microcervejarias de Beagá

Não estranhe se você encontrar por Belo Horizonte cervejas com nomes como Backer, Falke Bier, Krug Bier e Wäls: estas são marcas de microcervejarias 100% mineiras. Com fábricas na capital e nos arredores, têm produção limitada e ingredientes nobres. Onde provar? Backer: Mercado Central (Avenida Augusto de Lima, 744). Falke Bier: no bar Frei Tuck (Avenida do Contorno, 5757). Krug Bier: Choperia Krug Bier (Rua Major Lopes, 172). Wäls: no restaurante Haus München (Rua Juiz de Fora, 1257)

Não perca tempo: Monte seu pacote com a Tribeca Turismo:

51-3076-7002 – reservas@tribecaeventos.com.br


DADOS DO EVENTO:

12/NOV/2017 até 15/NOV/2017

Belo Horizonte - MG









Apoiadores